Sobretudo … a Confiança! ETPM&Avillez

Um dos fundadores daquilo que hoje é conhecido como o Grupo José Avillez, Paulo Salvador trabalha com o Chef José Avillez há 16 anos. Atualmente desempenha as funções de Diretor de Operações de todas as unidades do grupo, em Portugal e no estrangeiro. Formado em Psicologia, Paulo Salvador defende que a formação académica, com aplicação prática, é uma ferramenta poderosa para elevar os padrões de qualidade que a indústria da hotelaria e da restauração necessita.

Paulo aceitou participar numa conversa no Livestream ETPM, com o nosso Diretor Pedagógico Guilherme Rocha, centrada no tema “O Futuro da Restauração”. Avillez e ETPM, uma parceria que já dura uns bons anos e que tem sido uma experiência muito produtiva.” Temos verificado que têm vindo a sair muito bons profissionais da ETPM. Inclusivamente, temos alunos desta escola que trabalham no Belcanto, e é importante fazer entender que é crucial experimentar as várias vertentes da restauração para perceber a sua aptidão”

O que se destaca na restauração? A restauração é um desafio e o turismo, nos últimos anos, tem tido um crescimento incrível. “A diversidade que encontramos a nível de interação com os vários públicos é algo que caracteriza a generalidade dos nossos restaurantes. O jovens devem aproveitar esta oportunidade, pois recebemos clientes do mundo inteiro e as pessoas querem saber tudo, tudo sobre Portugal que é um país muito rico. Querem saber a origem dos produtos, da gastronomia portuguesa…”

Na conversa foi destacada a importância da técnica na formação dos alunos, mas…”Não é suficiente”, afirma Paulo Salvador. A técnica dá confiança ao profissional e ao cliente mas é necessário ter uma paixão orientada para se poder passar a mensagem que queremos. “As pessoas que se sentam nas nossas mesas esperam que nós tenhamos disponibilidade, para as ouvir, para conversar… O serviço não pode ser mecânico, é um serviço de informação, de contar histórias, de ter uma conversa à volta do que trabalhamos.”, acrescenta.

Ainda no sentido de promover mais informação aos jovens que se estão a formar ou a  iniciar uma carreira nesta área, é referida a importância do conhecimento de uma segunda língua, é uma ferramenta básica. A capacidade de organização e trabalho de equipa também deve ser uma constante – “aquele prato que se vê nunca foi feito só por uma pessoa e uma das características principais, nos nossos restaurantes, é o trabalho em equipa.” Um dos exemplos é o nome que dão ao empregado de mesa – o anfitrião, uma vez que se trata de alguém que não pode apenas se focar no serviço de mesa, é alguém que recebe o cliente, trata da carta de vinhos e ainda sugere a sobremesa.

O Grupo José Avillez continua no ativo, preparando agora a reabertura, com todas as medidas de segurança, transmitindo sobretudo uma mensagem de confiança ao cliente. No que respeita à parceria com a ETPM, continua a dar frutos, momento para destacar o facto de alguns Chefs do grupo, neste momento, estarem a avaliar os projetos dos alunos, mesmo à distância.

Cocktails, criatividade e formação! ETPM&Pestana

No Livestream ETPM, de ontem, assistimos à conversa entre o nosso formador ETPM de Restaurante-Bar, Marco Baptista, e o Supervisor de F&B do Hotel Pestana Village, Madeira, Bruno Jasmins, sobre  a produção de Cocktails, sobre a importância da criatividade na sua confeção e também sobre o valor agregado da formação. Uma conversa  com forte interação de jovens alunos, interessados e curiosos.

Bruno Jasmins fala-nos que um bom cocktail é dividido em várias categorias mas tudo depende da base e do gosto do cliente, não desvalorizando a importância da decoração. O caráter visual é extremamente importante e a utilização das cores deve ser cuidada. 

Na produção da bebida, o famoso “Flair Bartending” tem um valor acrescido, toda esta encenação na criação de um cocktail é admirada e aclamada, no entanto, devemos ter atenção ao timing, quando é ultrapassado, torna-se, maçador e o cliente não gosta de esperar.

Como em todas as outras áreas, a pesquisa e atualização são fatores muito importantes numa área que se renova constantemente, afirma Marco Batista, que coloca “em cima da mesa” a questão do Delivery. Poderá ser uma alternativa? Um cocktail em casa. Se for bem elaborado, sim, é uma boa opção…. É uma inovação… Uma adaptação. Tudo isto tem um handicap, existem cocktails específicos que têm de ser feitos exatamente da mesma forma, em todo o mundo. Mas o take away é uma maneira de rentabilizar e mostrar as nossas criações e experiências e, muito importante, saber o feedback dos clientes, acrescenta Bruno Jasmins.

Oportunidade de viver situações reais

Já, numa segunda parte, o tema da conversa, como não poderia deixar de ser, centrou-se no ensino profissional, nomeadamente no curso Técnico de Restaurante-Bar. A opinião é unânime, o ensino profissional dá uma oportunidade de viver situações reais, seja nas Formações em Contexto de Trabalho, seja em sessões de aprendizagem. O contacto com a realidade do mercado de trabalho é essencial, por isso as mobilidades promovidas pela Escola Técnica Profissional da Moita e pelo Pestana Hotel Group, no âmbito do projeto Qualificar Para Crescer, são  elementos fundamentais e constituem uma forte oportunidade. Integradas neste projeto, as mobilidades e formações em contexto de trabalho já levaram os alunos a unidades hoteleiras de norte a sul do País, à Madeira e a Espanha. Destaca-se que a vertente técnica dá as bases para o mundo do bar, sim, mas … a vontade é tudo! O interesse na aprendizagem é obrigatório, a vontade de aprender mais, de experimentar. 

Bruno Jasmins realça o grau de desenvolvimento destes alunos, que é bastante visível. Todos eles aprendem a valorizar a importância do trabalho em equipa, na área da restauração, a nível geral. Um restaurante não trabalha sozinho, deve haver uma sintonia total entre as equipas, independentemente das especialidades, dos pontes fortes e dos pontos fracos de cada um, temos de saber gerir tudo isto. O serviço tem de estar coordenado com a cozinha, é essencial que isso aconteça. Neste sentido, a ETPM coloca as duas especialidades a trabalharem em conjunto: Cozinha-Pastelaria e Restaurante-Bar.

E o Projeto Piloto Qualificar Para Crescer?

O Projeto Piloto Qualificar Para Crescer constitui um enorme desafio. Bruno Jasmins, um dos mentores do Pestana Hotel Group que orienta os jovens na sua formação, recorda  “quando vi a primeira turma, senti que tinha regressado no tempo e lembrei-me das minhas ansiedades, dos meus medos, o receio de arriscar, de errar…. “ 

Os dois profissionais concluíram que a aprendizagem é mútua, uma vez que é permitida uma aposta na melhoria das suas capacidades, acabando por ser muito gratificante o trabalho que desenvolvido com os jovens.

Fazer Aprender em Produção Agropecuária

Num setor maioritariamente prático, fazer aprender no Curso Técnico de Produção Agropecuária, implica uma carga horária técnica significativa e uma série de recursos que permitem aos jovens a aplicação e desenvolvimento das suas competências. Na Escola Técnica Profissional da Moita não existe outra forma de fazer aprender que não esta!

O aluno aplica as técnicas na Quinta Pedagógica do Castanheiro que se situa no campus da escola e onde os jovens são orientados nas atividades desenvolvidas na exploração agrícola, responsabilizando-os pela monitorização da preparação do solo, da plantação dos produtos, da colheita e, inclusivamente, da sua comercialização. O desenvolvimento da autonomia, destacado no processo de ensino aprendizagem como uma das competências transversais, traduz-se também no cuidado a ter com os animais e com a sua alimentação.

A sustentabilidade torna-se cada vez mais importante, num contexto em que os recursos naturais fraquejam, em termos globais. Mostrar ao aluno que é possível utilizar técnicas sustentáveis para , assim, melhorar a utilização dos produtos e o funcionamento da exploração, por vezes nem se torna prioritário, uma vez que o jovem acaba por perceber isso quando dá início aos trabalhos. Ainda no âmbito da sustentabilidade, é promovida, na ETPM, uma articulação entre os vários cursos profissionais, formando um ciclo de funcionamento colaborativo entre equipas. Além do projeto Mercadinho da Quinta, desenvolvido pelos alunos do curso Técnico de Produção Agropecuária, que permite a comercialização dos produtos colhidos na Quinta, grande parte segue para a Cozinha Experimental, onde o curso Técnico de Cozinha-Pastelaria confeciona os legumes, complementando as suas iguarias. Outro exemplo de articulação que faz “movimentar” as várias áreas de formação na ETPM, foi a construção da estufa cuja estrutura foi erguida pelo curso Técnico de Soldadura, bem como a construção de um portão de segurança reforçado e de novos abrigos dos animais de médio porte.

Os jovens estão a apostar cada vez mais na agricultura, criando os seus próprios projetos ou melhorando projetos já existentes. A valorização da terra enquanto recurso é um dos pilares da área e, por outro lado, a utilização de outras especificidades leva-nos a um reconhecimento geral que nos ajuda a perceber a importância da globalização.
O Curso Técnico de Produção Agropecuária é uma das ofertas formativas que a Escola Técnica Profissional da Moita disponibiliza para o próximo ano letivo. Para efetuar a pré inscrição, basta aceder ao site https://escolaprofissionalmoita.com/

Recordar que formamos Jovens e Pessoas Corajosas…

Num contexto tão sensível como o que vivemos atualmente, receber simples palavras do nosso querido Miguel Santos, Técnico Auxiliar de Saúde, formado pela Escola Técnica Profissional da Moita, faz-nos recordar que formamos jovens e pessoas, corajosas e responsáveis, que se constituem cidadãos ativos com vozes firmes e imperativas.

O Miguel trabalha numa unidade COVID, no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, e ajudou-nos a partilhar o perfil profissional e a reforçar a importância de um Técnico Auxiliar de Saúde, de uma forma geral e, mais ainda, numa situação de pandemia, como a que nos encontramos. O Miguel partilha ainda a sua rotina  e conta-nos que colabora diariamente na execução dos cuidados ao utente e na utilização correta do Equipamento de Proteção Individual.

O trabalho em equipa é crucial na prevenção de controlo de infeção, assegurando a higienização de espaços, materiais e equipamentos. Este é um dos papéis  relevantes do profissional de Técnico Auxiliar de Saúde que assume, mais do que nunca, um papel fulcral nas unidades de saúde, sob orientação de profissionais com formação superior, executando atividades de apoio ao funcionamento dos serviços, entre outras.

O nosso Técnico Auxiliar de Saúde, tem um papel extremamente relevante, nesta unidade COVID do Hospital de São Bernardo, em Setúbal. Que todas as forças se unam e que sejam depositadas nestes profissionais corajosos que tanto fazem por nós…. Obrigado, Miguel!

Uma oferta disponível na Oferta do próximo ano letivo 2020-2021, na Escola Técnica Profissional da Moita. Inscreve em TI o sucesso e faz a tua pré inscrição no Curso Técnico Auxiliar de Saúde, em https://escolaprofissionalmoita.com/oferta-formativa/auxiliar-de-saude/

Atualização de Plano de Contingência |COVID-19

A Escola Técnica Profissional da Moita partilha o Plano de Contingência, devidamente atualizado com as medidas que entraram em vigor e em concordância com as orientações emanadas da Resolução do Conselho de Ministros, do passado dia 09 de abril de 2020.

De forma geral, o Plano traduz as medidas adotadas e procedimentos, que se refletem no Processo de Ensino e Aprendizagem , neste terceiro período, à distância. Assim, as atividades letivas continuarão a ser promovidas à distância, tendo em conta que estão reunidas as condições para a manutenção da nossa atividade, estando assegurados os objetivos de aprendizagem.

Neste momento de incerteza, pretendemos minimizar as atividades que potencialmente aumentam o risco de exposição, adequando as medidas em função dos critérios de proporcionalidade. 

Equipa, alunos e famílias, juntos, promovemos uma nova forma de fazer aprender.
Para ter acesso à segunda deliberação do Conselho Diretivo, com a atualização das medidas do Plano de Contingência COVID-19, clique AQUI

Terceiro Período à Distância

Iniciámos o nosso terceiro período letivo, pela primeira vez na nossa história, à distância, na ETPM!

Hoje assumimos todos – equipa, alunos e famílias uma nova forma de ensinar e fazer aprender que implicará, de todos nós, a consciência permanente de que estamos a caminhar por mares nunca antes navegados.

A consciência do novo e, portanto, incerto e desconhecido, deve alimentar em cada um de nós a necessidade de reavaliar, adaptar e melhorar a nossa ação procurando, sempre, os necessários equilíbrios na gestão deste novo tempo que, muitas vezes, tende a reduzir as necessárias barreiras do tempo pessoal e do tempo de trabalho.

Certos de que cada um de nós dará de si o melhor, apresentamos, votos de um bom 3º período letivo!

O Conselho Diretivo da ETPM

Desejamos BOA PÁSCOA!

Para AGRADECER a forma como, JUNTOS, estamos a conseguir superar este momento de desafio. BOA PÁSCOA!

PORTUGAL FECHOU AS ESCOLAS. E AGORA?!? 

Portugal fechou as escolas.Não há barulho, riso, correrias. O que fazemos agora?

Abrimos as janelas dos nossos browsers, deixamos a tecnologia entrar. Conseguimos alternativas e não apagamos a sede de conhecimento. Enchemos as nossas casas de desafios e sorrisos. 

Desafiámos a nossa equipa a procurar novas formas de ensinar. Desafiámos os alunos para  novas formas de aprender e colocámos à prova as nossas ferramentas digitais…..reinventámos o ensino!

Porque… ensinar é isso mesmo: ajustar e evoluir… JUNTOS!

Depois, ficaremos diferentes,  mais fortes e mais unidos 

Aprender nunca foi um direito TÃO fundamental.

Obrigado a todos! Que, num esforço conjunto, fazem isto acontecer!

Desejamos uma Páscoa Feliz!

O EXEMPLO da Escola da Moita_Jornal de Letras

O Presidente do Conselho Diretivo da nossa Escola, Alexandre Oliveira, foi autor do artigo da passada edição do Jornal de Letras. Intitulado “O ‘exemplo’ da Escola da Moita”, este texto reflete a essência do ensino profissional e da Escola Técnica Profissional da Moita.

“Uma Escola que faz aprender, em vez de ensinar, onde o aluno é o construtor do seu projeto de vida…”, pode ler-se em destaque numa partilha de informação de tudo o que fazemos, como e para quê.

Recomendamos a leitura do presente artigo, clicando AQUI 

“Porque perto, ou longe, a educação é um Direito!”

Gostas de Jazz?

A Escola Técnica Profissional da Moita avança com a nova oferta formativa para o próximo ano letivo 2020/2021. Algumas novidades compõem o conjunto de cursos profissionais, entre elas, o Curso Profissional de Instrumentista de Jazz.

Concluir o 12.º ano no ensino profissional é o caminho ideal para obter uma dupla certificação e, aqui na nossa escola, existe agora a oportunidade de fazê-lo numa vertente artística. Ainda não és ETPM? 

O Instrumentista de Jazz interpreta obras, no instrumento musical da sua especialidade e executa performances como forma de expressão artística. Desenvolve a sua atividade profissional nos quadros profissionais de orquestras, na indústria discográfica, produção de espetáculos, entre outros. A Escola Técnica Profissional da Moita apresenta esta oferta, com o apoio da equipa do Conservatório Regional de Artes do Montijo, integrando profissionais especializados na área que estão envolvidos também noutros projetos musicais e artísticos.

Inscreve em ti o Sucesso e não fiques para trás. Faz a tua pré inscrição em
https://escolaprofissionalmoita.com/pre-inscricao/


Para ti…OBRIGADA!

Dia Nacional do Estudante

A Escola Técnica Profissional da Moita assinala o Dia Nacional do Estudante em forma de dedicatória aos alunos ETPM, os atuais, os antigos e o que virão. Com este artigo, manifestamos o nosso profundo agradecimento pela motivação que dão a toda a equipa para trabalhar no futuro.

O nosso pilar, o nosso núcleo, a base do nossos trabalho é o aluno e, por ele, centralizamos o desenvolvimento dos nossos projetos para, em conjunto, ultrapassar as adversidades e atingirmos os objetivos – o TEU sucesso escolar. 

No contexto atual, o Aluno ETPM sabe garantir o desenvolvimento das suas competências, utilizando as ferramentas necessárias para continuar a trabalhar à distância, contando sempre com o apoio e orientação da equipa pedagógica. O Aluno ETPM ajuda-nos a garantir uma escola que construa pessoas com pessoas, redescobrindo a nossa essência e a nossa missão.