Jovens em Mobilidade na Madeira

No âmbito do projeto piloto Qualificar para Crescer – Pestana Hotel Group & ETPM, o 10.º ano do Curso Técnico de Cozinha/Pastelaria e do Curso Técnico de Restaurante/Bar seguiu em mobilidade para a Madeira, até dia 15 de junho.

Os jovens realizam a mobilidade, enquadrada nos objetivos e nas metas curriculares dos respetivos cursos, cumprindo um programa intensivo de formação teórica e prática nas unidades hoteleiras do Pestana Hotel Group.

Experiências únicas para estes jovens que, orientados por profissionais de alta, aprendem in loco técnicas específicas de cada área, além de terem oportunidade de visitar locais diferentes e outras tradições. Com a mobilidade, os jovens garantem sentir-se mais responsáveis e autónomos, traçando objetivos para o desenvolvimento da sua formação.

Festas Populares do Pinhal Novo

A ETPM esteve nas Festas Populares do Pinhal Novo e informou os visitantes sobre o que é o ensino profissional e sobre os cursos apresentados na próxima oferta formativa.

Entre os dias 6 e 11 de junho, a nossa escola fez-se representar nas Festas Populares do Pinhal Novo e os visitantes tiveram oportunidade de saber que cursos profissionais a Escola Técnica Profissional da Moita tem para oferecer, bem como esclarecimentos sobre o nosso projeto educativo, e a forma de avaliação.

Professores e formadores de várias áreas ficaram responsáveis pelo espaço ETPM, promovendo a nossa oferta formativa e informando os visitantes que a pré inscrição é facilmente concluída através do nosso website em https://escolaprofissionalmoita.com/pre-inscricao/

Lixo de Luxo para assinalar o Dia Mundial do Ambiente

No dia 07 de junho, realizou-se o Lixo de Luxo, um desfile promovido por duas alunas do Curso Técnico de Comunicação cuja construção dos fatos implicou a utilização única e exclusiva de produtos recicláveis. Assinalando o Dia Mundial do Ambiente, os fatos foram a concurso, avaliando a criatividade e maioritariamente a reutilização de materiais.

Tratou-se de um projeto das alunas Inês Silva e Hérica Oliveira que, depois de aceitarem o desafio proposto pela área técnica do curso, propuseram reativar uma iniciativa já um pouco esquecida, e lançaram-se à organização desta atividade e ao desenvolvimento do projeto, enquadrando vários objetivos de módulos técnicos – como a Escrita Criativa, Técnicas Criativas, entre outros. Acabaram por desenvolver também competências transversais como a Colaboração e Cidadania Ativa. Mas o Lixo de Luxo teve um objetivo principal, o de chamar a atenção para os problemas do meio ambiente.

O desfile teve a adesão de várias turmas que deram o seu contributo na produção de fatiotas bastante originais e criativas. Além da colaboração das turmas ETPM, a iniciativa contou ainda com o apoio da Amarsul que disponibilizou ecobags e brindes para entregar aos concorrentes.

E… como se tratou de um concurso, os três primeiros classificados foram os seguintes:

1.º Classificado: Cozinha – Pastelaria 11.º ano C/D

2.º Classificado: Soldadura 10.º ano

3.º Classificados: Apoio à Infância 10.º ano + Auxiliar de Saúde 10.º ano

As alunas acrescentam:Queremos agradecer a todos os participantes, professores e à Amarsul. Estiveram muito bem e estão todos de parabéns! Não se esqueçam que os nossos atos são as nossas próprias consequências. Vamos todos mudar e fazer a diferença!

Parabéns às jovens pela iniciativa!

Feira do Livro, em Lisboa

No dia 6 de junho, no âmbito das disciplinas de Tutoria de Turma, Português e Inglês as turmas do 10.º A, do Curso Técnico de Saúde e o 11.ºC/D do curso Técnico de Cozinha/Pastelaria realizou uma visita de estudo à Feira do Livro com o objetivo de fomentar o gosto pela leitura e conhecer editoras, autores emergentes, autores clássicos, best sellers e novidades.

Na Feira do Livro pudemos perceber que as editoras com maior representatividade ao nível do número de autores, obras publicadas e diversidade de temas são a Porto Editora e Leya.

Gostámos de conhecer os alfarrabistas, ou seja, livreiros que vendem livros usados, mas em bom estado, sendo que a maioria deles tem disponível para venda obras raras, como as primeiras edições de alguns autores (alguns dos quais abordados nas aulas de Português), que datam dos anos 30, 40, ou 50, por exemplo.

Como o clima estava ameno tivemos oportunidade de usufruir do espaço envolvente, o Parque Eduardo VII, e da vista sobre o Marquês de Pombal e o Tejo.

Houve tempo para compras e partilha de experiências literárias. Esta visita serviu de mote para o clube de leitura que vamos iniciar na disciplina de Português.

Linguagem Plástica e Elementos Estruturais em Exposição

As jovens do 10.º ano do curso Técnico de Apoio à Infância manifestaram um interesse enorme pela expressão plástica, mais especificamente pela linguagem visual. O empenho e motivação manifestaram-se na peças expostas no Edifício Norte da ETPM – Linguagem Plástica / Elementos Estruturais.

As jovens desenvolveram o seu projeto individual, dedicado ao tema da linguagem visual. Um projeto, fundamentado na escolha de um ou mais elementos da formação da linguagem visual que teve como objetivo reconhecer os seus signos e códigos de evolução do registo do desenho na infância.

Apesar de algo complexo, propôs-se a leitura de uma nova realidade visual, onde os resultados estão aos olhos de quem quer ver! 

Autonomia e Flexibilidade Curricular na Fundação Alentejo

A Escola Técnica Profissional da Moita deu mais uma vez o seu contributo numa sessão de trabalho sobre “Flexibilidade e Autonomia Curricular no Ensino Profissional”, promovida pela EPRAL, na Fundação Alentejo, em Évora, no dia 5 de junho.

Alexandre Oliveira, Presidente do Conselho Diretivo foi moderador do debate realizado na iniciativa que contou com a abordagem de vários painéis. A Escola Profissional da Região Alentejo teve como objetivo proporcionar, com a iniciativa, uma reflexão partilhada em torno da implementação do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, e perspetivar o futuro no âmbito do desenvolvimento curricular.

Jovens de Soldadura e Amarsul assinalam Dia Mundial do Ambiente

O Dia Mundial do Ambiente, 5 de junho, foi assinalado na Escola Técnica Profissional da Moita, pela ação de sensibilização promovida pela Amarsul e pelos alunos do Curso Técnico de Soldadura. Fomentar o hábito da separação de resíduos, salientando a necessidade extrema de reduzir, separar, reciclar, tendo em vista todos os problemas ambientais com os quais nos deparamos atualmente, especialmente os ataques que a vida animal está a sofrer com o “lixo” fora do sítio.

O 10.º H do Curso Técnico de Soldadura tem vindo a desenvolver este projeto que visa promover a reciclagem, passando pela correta separação de resíduos no Campus Escolar. Uma iniciativa que teve várias frentes a cargo da turma que se dividiu em grupos de trabalhos, responsáveis pela divulgação, pela criação de um ponto de recolha em cada sala, pela criação de mini ecopontos nos edifícios, entre outras tarefas.

Esta ação de sensibilização, faz parte integrante de um dos projetos do 10.º ano de Soldadura, nomeadamente do Departamento Ético, que tem sido desenvolvido ao longo do ano letivo e que é de grande valor, uma vez que nunca é demais alertar para uma conduta adequada no que diz respeito à preservação do meio ambiente.

Concurso de Poesia ETPM

Empenho e responsabilidade foram as palavras de ordem das alunas do curso Técnico de Comunicação – Ana Mira e Rita Semedo – no desenvolvimento de um projeto enquadrado na área técnica do curso – Concurso de Poesia ETPM. A Cerimónia de Entrega de Prémios realizou-se no dia 4 de junho, às 10 horas, no Bar One da nossa escola.

As jovens de Comunicação aceitaram o desafio lançado pela área técnica do curso e traçaram o objetivo de validar parte de alguns módulos no desenvolvimento de um projeto criado voluntariamente. Decidiram avançar com um Concurso de Poesia, enquadrado nos cursos técnicos existentes na ETPM e direcionado aos professores.

Os professores aderiram bem à iniciativa e o Grupo Disciplinar de Português constituiu o júri que avaliou o conjunto de poemas bastante criativos e inovadores. Foram definidos três premiados, entregues no dia 04 de junho, numa Cerimónia de Entrega de Prémios promovida pelas alunas, no Bar One. O terceiro lugar foi entregue ao Curso Técnico de Comunicação, o segundo lugar pertenceu ao Curso Técnico de Soldadura e o primeiro lugar coube ao Curso Técnico de Produção Agropecuária. Nesta cerimónia, os formadores deram voz aos seus poemas e receberam diplomas e vouchers para refeições no restaurante de aplicação “A Oficina”.

As jovens Ana e Rita acrescentam na descrição: “Felicitamos, mais uma vez, os vencedores e agradecemos a toda a colaboração e disponibilidade. Sem vocês não seria possível!

Somos Todos ETPM!”

Referencial de Inovação Pedagógica na XIV Edição dos Colóquios da Cereja

A XIV Edição dos Colóquios da Cereja, realizou-se a 31 de maio e 1 de junho, e tratou-se de uma iniciativa dedicada à Educação que surge da parceria  do Município do Fundão, em parceria com o Centro de Formação dos Agrupamentos de Escolas da Beira Interior e a Rede de Bibliotecas Escolares.

A Escola Técnica Profissional da Moita fez-se representar pelo Presidente do Conselho Diretivo, Alexandre Oliveira, e pelo Diretor Pedagógico, Guilherme Rocha, no Primeiro Painel, subordinado ao tema “ Flexibilidade Curricular”. Um painel partilhado com o Senhor Secretário de Estado da Educação, Professor João Costa.

Na iniciativa, dedicada à Educação foram explorados outros temas como a Cidadania, Avaliação do Aluno e a Inclusão. Temas sob os quais a Escola Técnica Profissional da Moita trabalha todos os dias, junto dos nossos jovens, de acordo como o Perfil do Aluno ETPM.

Formação Audiovisual em Comunicação

No seguimento da Ação de Formação iniciada na Futurália, os alunos de Comunicação dão continuidade às aprendizagens integradas nos módulos de Tecnologia e Produção Audiovisual. Nesta fase os jovens debruçam-se sobre o conceito de vídeo promocional, orientados pela empresa TV Sem Limites Produções, através da Andreia Mateus.

Tratou-se de um segundo momento de avaliação em que os alunos colocam em prática as orientações, seguindo um guião específico. O terceiro e último momento de avaliação, será em Santarém, na Feira Nacional da Agricultura, onde os jovens vão trabalhar um guião já pré definido, junto de algumas empresas.