Turma Pestana apresenta Roteiro de Conclusões

O restaurante de aplicação A Oficina, na ETPM, foi palco para a apresentação dos Roteiros de Conclusões dos alunos finalistas do projeto piloto Qualificar para Crescer, turma Pestana, que se realizou, na passada sexta-feira, sob os olhares atentos dos mentores e equipa pedagógica.

Os alunos apresentaram as competências adquiridas durante a Formação em Contexto de Trabalho, em várias demonstrações de tarefas, integrando-as no perfil profissional do Técnico de Restaurante-Bar. Todos os jovens mencionaram os pontos positivos do período de estágio, o que apreciaram e onde encontraram mais dificuldades. Além destas demonstrações, os finalistas piloto apresentaram os temas a desenvolver nas próximas Provas de Aptidão Profissional, mencionando os objetivos e estratégias.

Finalmente, o balanço foi positivo prevendo a apresentação de projetos muito interessantes.

Associação MulherEndo dinamiza sessão informativa na ETPM

As alunas do curso Técnico de Apoio à Infância participaram numa sessão de informação da Associação MulherEndo, dinamizada, ontem, no período da manhã, na Biblioteca Professor Carvalho Rodrigues, na Escola Técnica Profissional da Moita.

Na área de Saúde Infantil, são trabalhadas questões relacionadas com o processo de gravidez, com o parto e com o desenvolvimento infantil. Neste sentido, surgiu a curiosidade de explorar estes temas que dizem respeito à menstruação e aos problemas a ela associados e as alunas mostraram bastante interesse em esclarecer as várias dúvidas sobre o assunto.

A MulherEndo tem por objetivo principal promover e fomentar o apoio, a reabilitação e/ou recuperação física e psicológica da mulher com Endometriose através da informação e cooperação direta. Dar resposta às perguntas das mulheres que têm esta doença, informar sobre os seus sintomas. Com estas formações pretende-se estar mais próximo da Comunidade.

Endometriose é uma doença com tamanha expressão que é hoje reconhecida como uma doença social. O seu impacto na sociedade é tremendo, e é considerada como um grave problema de saúde pública.

JOSÉ de MELLO SAÚDE junta-se à ETPM

A Escola Técnica Profissional da Moita dá início, este ano letivo, a mais uma parceria de topo, desta feita na área da Saúde. O Projeto Piloto – JOSÉ de MELLO SAÚDE, junta a ETPM e o Grupo José de Mello Saúde na formação de jovens que ingressaram este ano letivo no curso Técnico Auxiliar de Saúde e que vão ter a sua formação prática nas instalações do Hospital CUF Descobertas, em Lisboa.

Presente no mercado da saúde há quase 75 anos, o Grupo José de Mello Saúde é, neste momento, líder na prestação de cuidados de saúde privada, em Portugal. Um desafio levado a cabo pelas duas entidades, pelos jovens e suas famílias.

Na semana passada, os representantes do grupo visitaram os nossos alunos aqui na escola, desejaram as boas vindas destacando o esforço por parte de todas as partes para se lançarem num desafio conjunto. “O objetivo é conseguir partilhar, principalmente os nossos valores e princípios; o importante é nunca desistir, ser-se determinado e ser feliz numa profissão que nos preencha totalmente.” Palavras da Coordenadora do Departamento de Formação da Área Assistencial de Enfermagem, a Enfermeira Mafalda Sérgio, numa entrevista realizada por uma aluna de Comunicação.

Ontem, realizou-se a Aula Inaugural do curso Técnico de Auxiliar de Saúde e os jovens foram, desta vez, recebidos nas instalações do Hospital CUF Descobertas, em Lisboa, acompanhados pelos tutores e Encarregados de Educação.  Uma aposta na formação de profissionais cada vez conscientes do mercado de trabalho com a integração das entidades e empresas no plano de formação dos nossos alunos. As expectativas são as de que consigamos formar profissionais cada vez mais íntegros e confiantes no seu trabalho e nos seus projetos de vida.

Catarina Gouveia, Administradora do Grupo José de Mello Saúde, em conversa com uma jovem de Comunicação ETPM, afirmou que “num mundo novo para todos, vi hoje (aula inaugural) gente com vontade de aprender e fazer coisas diferentes na vida. Um projeto que apenas pode avançar com este sistema educativo diferenciado que existe na ETPM, uma abordagem pedagógica diferente …. De outra forma, não estaríamos a assinar o protocolo. Contribuir para a comunidade é uma obrigação do Grupo, no seu melhor sentido, e poder acompanhar e identificar os profissionais do futuro, constitui um benefício para todos.”

ETPM aposta na Educação Inclusiva no lançamento de Piloto

Ontem, dia 24 de setembro, foi dado um passo em frente na integridade da educação e no conceito de que a escola é para todos, com o Lançamento do Projeto Piloto Educação Inclusiva nas modalidades de Dupla Certificação. Na presença do Senhor Secretário de Estado da Educação, João Costa, do Secretário Executivo da Área Metropolitana de Lisboa, João Pedro Domingos, e de representantes da DGE, da DGEstE, da ANQEP, do IPS e das Escolas Secundárias Ferreira Dias, Seomara da Costa Primo e António Arroio, foi formalizado, no campus da Escola Técnica Profissional da Moita, o início de um processo interativo que garanta uma proximidade entre as orientações e a sua aplicabilidade.

Estas entidades fazem parte integrante deste piloto e estão envolvidas numa partilha de responsabilidades que resulta, na prática, na construção de um Guia de Apoio à implementação da Educação Inclusiva, com a realização de ações de acompanhamento e capacitação.

Depois de um agradável solo do saxofonista José Bacalhau, a manhã teve início com Alexandre Oliveira, Presidente do Conselho Diretivo da ETPM, o anfitrião, que deu as boas vindas agradecendo a presença e colaboração das entidades, professores e alunos, destacando a importância dos resultados e, por conseguinte, da libertação dos gestos treinados e mecanicistas. Acrescenta: “Estamos, neste momento, em condições de evoluir.” Posteriormente, o Secretário Metropolitano da Comissão Executiva da Área Metropolitana de Lisboa, afirma que “se trata de um projeto metropolitano educativo, aprovado por unanimidade e que juntou várias equipas. Estamos, aqui, de corpo e alma!”.

O Senhor Secretário de Estado da Educação transmitiu uma palavra de impulsionamento, relembrando que nada foi inventado, uma vez que temos uma legislação que permite avançar e desenvolver isto. “Apenas soubemos ouvir os alunos e os professores. Incluir é saber aprender, a primeira missão é que todos aprendam, mesmo todos!” declara João Costa, acrescentando que este desafio foi lançado a estas escolas magníficas já com um know how na implementação nesta matéria da inclusão. “Que este piloto ande para a frente e que seja um instrumento que todos possam utilizar”, são os desejos do Secretário de Estado da Educação, João Costa.

A iniciativa terminou com uma degustação preparada e servida pelos alunos da Escola Técnica Profissional da Moita, no restaurante de aplicação “A Oficina”, antecedida por um moscatel de honra, ao som de mais uma melodia saxofonista.

Preparado para o Novo Ciclo?

Caros Alunos, e respetivas famílias, 

Sabemos que é, para todos, um momento muito importante nas vossas vidas. Para nós, o planeamento e organização da V/ receção é, também, muito importante. 

Assim vimos informar todos os novos alunos, que no decorrer desta semana todos serão contactados, telefonicamente, ou por email, com a informação da sua colocação, em função das ordens de preferência manifestadas por ocasião do processo de renovação de matrículas e matrículas.

Neste contacto vamos também agendar uma breve sessão presencial, onde concluiremos aspetos de natureza administrativa, tiramos as tuas medidas para a tua farda e, principalmente, queremos conhecer-te melhor.

A partir da próxima terça-feira, dia 30 de julho, poderás visualizar no campus as respetivas listagens de colocação.

Já falta pouco para iniciares a nossa viagem pelo Ensino Secundário Profissional para o ciclo 2019/2021!

Boa semana.

Alexandre Oliveira

Presidente do Conselho Diretivo

Formação de Eventos com APORFEST

APORFEST, parceira ETPM mais precisamente do curso Técnico de Organização de Eventos, esteve com os alunos dois dias para uma formação e fez o balanço final, afirmando que os alunos ETPM foram muito importantes na logística do TALKFEST. A aproximação ao mercado de trabalho, contribuindo com ferramentas de trabalho para os jovens desenvolverem a sua capacidade de inovação e adaptação à área de eventos. Relativamente ao nosso projeto educativo e à nossa forma de fazer aprender, Ricardo Bramão, diretor da Associação afirma: “É o futuro do ensino, criar formas de adaptar a teoria à prática e adaptar constantemente soluções para os alunos em prol do seu desenvolvimento e adaptação a futuros empregos. O ritmo da sociedade hoje é enorme e esta é uma excelente forma de o acompanhar!”

A APORFEST – Associação Portuguesa de Festivais de Música é representativa da área dos festivais de música em Portugal que apoia, desenvolve e contribui para a evolução positiva da indústria. Tivemos oportunidade de conversar com o fundador, Ricardo Bramão, que nos respondeu a algumas questões:

ETPM: Porquê a aposta da Aporfest nos alunos de Organização de Eventos da ETPM?

RB: A APORFEST tem realizado algumas parcerias com alunos de escolas técnicas e profissionais ao longo do país com o objetivo de trazer “novos talentos” e maior aproximação destes com os profissionais da indústria. Da mesma forma temos estado a trabalhar com a ETPM de forma próxima uma vez que estes alunos foram muito importantes na logística do TALKFEST e na concretização de todas as suas ações nos dias de evento. 

ETPM: Duas sessões de trabalho com que objetivo?

RB: Estas duas sessões têm como objetivo a aproximação dos alunos ao mercado de trabalho, dando-lhes também ferramentas de trabalho que os definam como agentes de mudança e decisão do seu próprio futuro profissional. Este futuro dependerá muito da sua capacidade de trabalho e capacidade de inovação e adaptação a esta área.

ETPM: Que expectativa encontra no futuro desta parceria?

RN: As melhores, queremos trazer e dar a conhecer novos alunos para esta área e que muitos destes se possam tornar futuros profissionais da área e quem sabe referências. Queremos realizar mais atividades com a ETPM ao longo do ano letivo. 

ETPM: Qual é a sua opinião sobre a Autonomia e Flexibilidade Curricular, no âmbito da participação ativa das empresas parceiras no plano de formação dos alunos, que está implícito no desenvolvimento no nosso projeto educativo?

É o futuro do ensino! Criar formas de adaptar teoria à prática e adaptar constantemente soluções para os alunos em prol do seu desenvolvimento e adaptação a futuros empregos. O ritmo da sociedade hoje é enorme e esta é uma excelente forma de o acompanhar.

Obrigado, Ricardo Bramão e APORFEST, por fazerem parte do nosso projeto.

Exposição “LIFE STYLE”

“Não faças pelos outros, faz por ti!” na exposição fotográfica “LIFE STYLE”, dinamizada pelos alunos de Comunicação Rui Moreira e Artur Bachyynsky. Um projeto desenvolvido pelos dois alunos, no âmbito da área técnica, e que decorreu entre os dias 8 e 12 de julho, no Bar One da ETPM.

Tudo começou com um desafio… Lançado o mote, os dois alunos de Comunicação apresentaram a proposta de projeto – uma exposição fotográfica sobre o exercício físico e hábitos de vida saudáveis. Além de validarem objetivos de vários módulos da área técnica, os jovens ainda desenvolveram algumas das competências transversais, integradas no Perfil do Aluno ETPM.

A “LIFE STYLE”, é uma exposição que consiste na promoção da atividade física e no combate ao sedentarismo, permitindo evidenciar a reutilização de materiais para a apresentação do trabalho, direcionado a toda a comunidade educativa.

Produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais

Com o terceiro momento de avaliação, na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém, a formação em Produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais, pela TV Sem Limites Produções, chegou ao fim. E os nossos alunos de Comunicação voltam com a bagagem carregada de aprendizagens e experiências ricas.

No âmbito dos módulos de produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais, os alunos do curso Técnico de Comunicação – Marketing, Relações Públicas e Publicidade realizaram um formação prática, dinamizada pela empresa TV Sem Limites Produções, que integrou vários momentos práticos de avaliação. Nestes momentos, os jovens colocaram à prova os conteúdos transmitidos anteriormente, tendo em conta os objetivos definidos em cada módulo da disciplina técnica de Comunicação Gráfica e Audiovisual.

O primeiro momento de avaliação foi realizado em plena Futurália, na FIL, em Lisboa. Os alunos tiveram um primeiro contacto com os equipamentos, passando por realização de entrevistas, controlo de cores, luzes e enquadramentos. O segundo momento, foi ajustado à Oferta Formativa da ETPM, no que diz respeito à produção de um vídeo corporativo; aqui, já com um contacto mais específico com os equipamentos e com exercícios inerentes à atividade, como briefing, brainstormig, construção de ideia criativa, sinopse e guião.

O terceiro e último momento, decorreu na Feira Nacional da Agricultura, em Santarém. Os alunos foram desafiados a produzir um vídeo promocional e de evento, através da interpretação de um guião previamente construído. Para tal, contaram com o apoio de empresas que, através da TV Sem Limites Produções, colaborou com os nossos jovens. Assim, agradecemos à CAC – Cooperativa de Avicultores do Centro – Ovos Matinados, da Plurivet e da organização da FNA 2019 por colaborarem na formação destes alunos.

The gallery was not found!

Pátio Ribeirinho em desenvolvimento

No seguimento da parceria entre Colégio Corte Real e Escola Técnica Profissional da Moita, nomeadamente entre as salas Verdilhão e Abibe e os alunos do curso Técnico de Comunicação, surgiu o projeto Pátio Ribeirinho, no seguimento ainda da colaboração dos alunos do ensino profissional com a Junta de Freguesia da Moita nas Ruas Floridas.

As crianças do Colégio Corte Real manifestaram interesse na criação de elementos relacionados com as embarcações típicas do Tejo. Assim, os alunos ETPM disponibilizaram-se para desenvolver este projeto em conjunto.

Esta parceria tem sido desenvolvida em várias sessões. A primeira prendeu-se com o desenho dos elementos tradicionais, depois passámos para a aprendizagem das cores e da pintura em guache. Houve ainda a oportunidade de visitarmos a embarcação típica mais conhecida do concelho da Moita – o Varino Boa Viagem – e, com a partilha de conhecimentos do Mestre João Gregório, ficámos todos muito entusiasmados com o projeto.

Tivemos ainda a colaboração da Associação AMOCA que nos disponibilizou 3 floreiras para aplicarmos os conhecimentos adquiridos, pequenos e graúdos no desenvolvimento de um projeto que integra o conhecimento da tradição da terra e das expressões artísticas.

Hoje, realizou-se mais um momento, no desenvolvimento do projeto Pátio Ribeirinho. Os jovens ETPM visitaram as salas Verdilhão e Abibe para mais uma sessão de trabalho, em que crianças e jovens pintaram e decoraram as floreiras para depois serem afixadas e expostas para todos apreciarem verdadeiras obras de arte.

Uma parceria saudável que permite uma aprendizagem mútua, e uma mais valia no que diz respeito à aquisição de competências transversais como  a cidadania ativa, comunicação e colaboração.

Gerente do Bairro do Avillez destaca bom desempenho dos jovens de Bar

Foram dois dias intensos para os jovens alunos finalistas da ETPM, futuros Técnicos de Restaurante-Bar no decorrer das apresentações das Provas de Aptidão Profissional, frente a um júri externo composto pelo Gerente do Bairro do Avillez, Miguel Perry Vidal que destacou o bom desempenho dos alunos e a demonstração de competências.

As provas, prática e teórica, decorreram nos dias 6 e 7 de maio, no restaurante de aplicação “A Oficina” e o balanço geral foi positivo. Miguel Perry Vidal aceitou o convite para integrar o júri externo e, no final, deu os parabéns aos jovens promissores evidenciando a boa formação dos jovens enquanto pessoas e enquanto profissionais, considerando um fator diferenciador a qualidade dos projetos mas, principalmente, os bons princípios demonstrados pelos alunos e pela equipa.

 Uma etapa muito importante para os alunos finalistas que, depois de muito nervosismo, suspiraram de alívio no final dos dois dias de PAP.