Jornadas Pedagógicas Nacionais refletem sobre o Modelo Pedagógico no Horizonte 2030

Promovida pela ANESPO – Associação Nacional de Escolas Profissionais – a iniciativa “Jornadas Pedagógicas Nacionais” realizou-se no passado dia 12 de novembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e contou com a participação do Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, do Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Guilherme Oliveira Martins, e do Presidente da ANESPO, José Luís Presa, na sessão de abertura

O Modelo Pedagógico no Horizonte 2030, foi o tema destas Jornadas, 30 anos depois da criação da ANESPO, passando por uma pandemia que dificultou os encontros mas que promoveu vários desafios e reflexões. Temas que analisam o que foi feito e que apontam para uma perspetiva futura, em busca do desenvolvimento de projetos colaborativos e da valorização do ensino profissional.

O Presidente José Luís Presa agradeceu à Fundação Calouste Gulbenkian pela colaboração à iniciativa  e ao POCH pelo apoio que permitiu desenvolver as ações para realizar este encontro, dando uma palavra de apreço igualmente às individualidades presentes. 

“Já 30 anos …ainda 30 anos”, mencionou Guilherme Oliveira Martins, referindo-se ao projeto ANESPO. Segundo o Professor, o perfil do aluno enquadra-se no paradigma das escolas profissionais, uma vez que, na formação e educação ao longo da vida, existe um conjunto de tarefas como a vocação dinâmica do ensino, que promove o acesso ao saber.

Por outro lado, o ensino profissional foi também bastante prejudicado com a pandemia e, ainda assim, num trabalho articulado com a ANESPO, trabalhou-se muito na mitigação destes efeitos, segundo João Costa que louvou ainda a capacidade de reinvenção das  escolas para implementar estratégias de recuperação. “Os 30 anos que celebramos, foi um balanço na história traçada do que foi feito e do que há para fazer…. Alguns passos tiveram a colaboração da ANESPO, nomeadamente no esforço de dignificação e valorização do ensino profissional, nomeadamente no prosseguimento de estudos e acesso ao ensino superior.” – concluiu 

Uma mesa redonda, sobre a Educação e Formação Profissional, e várias sessões temáticas que refletiram temas como a Escola e a pandemia, a Autonomia e Flexibilidade Curricular, a Educação Inclusiva, e, finalmente, sobre a importância do Sistema de Qualidade Eqavet.

Carlos Vieira, Diretor da CEFANESPO, encerrou a edição destas Jornadas Pedagógicas 2021, agradecendo a presença de cerca de 200 pessoas presentes e 100 pessoas online. Mencionou ainda o facto da ANESPO ter tido um papel importante na superação das dificuldades das escolas no que diz respeito às ligações entre as entidades, nesta era covid, e a importância dos stakeholders e  no Sistema de Qualidade – EQAVET – que acaba por formalizar estas ações.

A ETPM, representada pelo nosso Diretor Pedagógico Guilherme Rocha, participou na sessão sobre Autonomia e Flexibilidade Curricular e sobre a Escola Inclusiva. Aqui, foi  abordado o desafio sobre a educação inclusiva, destacando-se as Jornadas Pedagógicas e o seu papel de convocar as escolas para se conseguir projetar este desafio – o bem-estar dos alunos e das escolas e o facto de posicionar as escolas profissionais na linha da frente  para a inclusão. 

Este evento foi ainda realizado com a colaboração dos alunos ETPM, de Organização de Eventos, cujo empenho foi destacado pelo Diretor da CEFANESPO.

Web Summit 2021 – Estivemos lá!

O mais importante evento europeu de tecnologia, empreendedorismo e inovação, realizou-se esta semana, em Lisboa, e nós fomos visitar. A ETPM premiou os alunos finalistas que tiveram a melhor média com um bilhete para a Web Summit 2021.

Uma experiência única para os nossos alunos que, pela primeira vez, visitam um evento como este, repleto de informação importante e, mais do que isso, valiosa para as aprendizagens de todos. Perceber que existe uma imensa variedade de temas, conexões e ideias que, afinal, têm sucesso são o principal resultado desta visita que nos leva para um novo mundo.

Na Web Summit 2021, os alunos perceberam que outras temáticas são discutidas, como como o marketing e os media, sociedade e os tempos atuais, comércio, lifestyle, entre outros. Nos testemunhos de quem visitou o evento, destaca-se o alerta para a segurança na internet e para a real dimensão desta iniciativa.

“ Gostei muito da apresentação da Apple sobre segurança e sobre o chamado”sideloading” – considerado o melhor amigo dos hackers.” – Duarte

 “Fui sem saber o que ia visitar. Depois, vi na televisão, e as minhas expectativas foram superadas!” – Daniela

“Sentimo-nos pequenos quando ouvimos os oradores falarem com tanta simplicidade acerca do sucesso. São pessoas como nós mas que arriscaram, investiram, foram criativos… faz-nos pensar no nosso próprio potencial para fazer a diferença. “ – Pf Pedro

A oportunidade de dar aos alunos a experiência de poderem refletir sobre o sucesso de profissionais reconhecidos, sobre empresas de renome e, principalmente, sobre as possibilidades imensas de aprender a seguir em frente, é um dos principais focos da missão ETPM. 

A Questão é o SER

O que é Ser Professor ETPM? O que significa ser a essência da Escola Técnica Profissional da Moita? A questão não é “o fazer parte” mas sim “o ser” alguém que se transforma numa instituição…

O professor, munido das suas competências pessoais, técnicas e profissionais, reflete sobre as suas práticas pedagógicas, privilegiando o trabalho colaborativo como elemento essencial e promotor de partilha de conhecimento e enriquecimento de saberes e experiências. Tem a função específica de ensinar, recorrendo à investigação e reflexão sobre a prática educativa, fomentando a autonomia no aluno, promovendo a qualidade dos contextos educativos….Poderíamos avançar com o texto uma vez que ser professor é mais do que aqui está escrito. 

Mas… e Ser Professor ETPM? É isto, aquilo e muito mais!

A missão está aqui, no Ser… Participar, colaborar, partilhar no processo de ensino-aprendizagem é o que se propõe a fazer mas o desafio está no Ser, na capacidade de um profissional se transformar nesta instituição, na vontade de construirmos um futuro para todos e com todos porque o aluno também o é – Ser ETPM é uma forma de estar, de sentir e de agir. Assim, Ser (Professor) ETPM acaba por ser uma atitude transversal a todos os que aqui estão e connosco colaboram. No fundo é um desafio completo e intrínseco que se estende à nossa comunidade educativa.

Ser Professor ETPM é….

Emoção e entrega; dádiva e paixão; é partilha e dedicação; trabalho e esperança. (Celeste)

Saber trabalhar em equipa. (Cristina)

Ter a coragem e a ousadia de melhorar todos os dias. (Marta)

Não deixar ninguém para trás; é uma missão, um desafio que passa por vocação, desbravamento e termina em festa. (Sérgio)

Pescar em alto mar com um barco a remos, um canivete e um rolo de fio de pesca…e trazer uma tonelada de peixe. (João F)

Construir estradas para que os nossos miúdos sigam os seus próprios caminhos. (Alexandra)

Apontar caminhos, deixando o aluno caminhar pelo seu pé. (Susana)Ensinar e aprender onde o currículo é o aluno. (André)

Sonhar, Acreditar e Trabalhar

Os alunos da Escola Técnica Profissional da Moita têm vindo a ganhar cada vez mais aprendizagens com os testemunhos de profissionais e de alunos aqui formados que seguiram caminhos diferenciados e que já contam com uma bagagem interessante.

As passadas semanas foram preenchidas com webinares de diferentes áreas, com muitos exemplos de boas práticas e de sucesso. Os jovens de Bar, assistiram e conversaram com o número três do Top Mundial de Barman´s,  Jaime Montgomery. Mencionou essencialmente a importância das funções de um barman, destacando a aptidão e cultura como elementos essenciais para a construção de uma carreira de sucesso.  Sonhou, acreditou, trabalhou…. Os jovens mostraram muito interesse e “transformaram” a webinar numa conversa informal.

Os jovens de Comunicação trocaram várias ideias com dois criativos representantes da Plataforma Indústria Criativa, Nuno Guerra e Rui Barroca, no âmbito da construção de ideias e desenvolvimento de imagens e logótipos mas principalmente sobre o amor pela profissão. A turma de Organização de Eventos conversou com uma aluna que se formou no mesmo curso, nesta escola, e que prosseguiu o ensino superior, a Daniela Abreu. Neste momento, está a tirar o curso de Gestão, na Universidade Autónoma de Lisboa e do ensino profissional levou uma mala cheia de experiências práticas e conhecimentos que lhe são bastante úteis atualmente.  Sonhou, acreditou e trabalhou….

Os jovens ETPM aguardam ansiosos por mais partilhas e aprendizagens. Continuamos a preparar mais conversas com Marta Viegas, especializada em Publicidade, tendo sido responsável de Marketing e Comunicação de marcas de referência como a Lacoste. Ainda teremos a oportunidade de falar com Cláudio Brinca, dos primeiros alunos formados em Comunicação aqui na escola e que já conta com experiências profissionais no mercado de produções de espetáculos e que, neste momento, trabalha na criação de conteúdos digitais e gestão de redes sociais. Sonhou, acreditou e trabalhou….

Maria Carlos Batista, sonhou ser bailarina e depois trocou a dança pelo Curso Técnico de Design de Moda. A jovem apresenta esta semana, em formato digital, a sua coleção na Semana de Moda de Paris, numa aposta do Portugal Fashion em novos talentos da moda nacional. Sonhou, acreditou e trabalhou…. Os nossos alunos também vão conversar com a Maria.

Os casos de sucesso e os caminhos traçados para chegar lá, são temas que motivam os jovens na tentativa de construir uma carreira, um caminho profissional. Por esta via, a Escola Profissional da Moita agradece a disponibilidade de todos os participantes e louva a colaboração no incentivo à formação. Acreditamos, sonhamos e trabalhamos…juntos!

Organização de Eventos apoia Carnaval CCR

As duas turmas do curso Técnico de Organização de Eventos apoiaram o Carnaval do Colégio Corte Real. Uma atividade do colégio que mereceu a maior concentração e empenho dos jovens ETPM, desde a música, orientação e encaminhamento de crianças e públicos, passando pela preparação do espaço, não esquecendo, no final, a arrumação.

Os jovens desenvolvem competências transversais como comunicação e colaboração, responsabilidade e cidadania, e aplicam os conhecimentos adquiridos em contexto real, num projeto que faz parte integrante do seu plano de objetivos a cumprir dentro da intencionalidade que se promove na aprendizagem e dentro daquilo a que chamamos o Perfil do Aluno ETPM.

As tarefas enquadravam-se nos temas relacionados com a logística, planeamento de recursos e preparação de espaços e proximidade aos diferentes públicos e ainda estruturação de equipas.

30 Anos do Ensino Profissional contou com 150 convidados

Realizou-se no Pestana Palace Lisboa, na passada quinta feira, 21 de novembro, a Gala dos 30 Anos do Ensino Profissional, promovido pela ANESPO – Associação Nacional de Escolas Profissionais, que contou com a presença do Senhor Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa, e com cerca de 150 convidados, entre equipas de escolas, ex quadros do GETAP e diversos organismos públicos.

Um evento comemorativo de 30 anos de projetos de vida, de alegrias, sonhos e oportunidades, uma comemoração que perspetiva um futuro de sucesso e de referência, um longo percurso com uma resposta ímpar no nosso sistema educativo. As antigas cavalariças do Pestana Palace Lisboa foram palco para esta comemoração que teve início com as palavras de João Costa e Luís Presa, Presidente da Anespo, tornando-se um momento memorável para assinalar o 30.º aniversário do Ensino Profissional, em que já 170 Escolas Profissionais se ergueram, com uma oferta educativa alinhada com o perfil do aluno, e pelas quais já passaram mais de 1 milhão de jovens.

A Gala teve ainda o apoio de jovens do ensino profissional nas várias áreas de Organização de Eventos, Turismo, Restauração, entre outras…. O Ensino Profissional é isto! Felizes pelo passado que, em conjunto, já conseguimos escrever, e entusiasmados pelas novas oportunidades dos próximos 30 anos, tudo faremos para continuar a ser a referência do Ensino Profissional em Portugal! + 30 ANOS pelo ENSINO PROFISSIONAL

EVENTO NACIONAL DE ESTUDANTES DE CULTURA E EVENTOS

Dia 09 de Novembro, os alunos do 11.º ano de Organização de Eventos não ficaram parados! Os jovens partiram na quinta-feira para uma estadia de três dias, em Pedrogão Pequeno, para o Evento Nacional de Estudantes de Cultura e Eventos.

Este é um evento que tem por base as premissas e missão da APORFEST, nosso parceiro, e a criação de uma maior ligação com as instituições de ensino e o mercado de trabalho na área dos festivais de música. Desde o promotor aos recursos humanos, que nesta tipologia de eventos gravitam em prol dos mesmos pelo contributo dos alunos.

Os jovens ETPM participaram no evento, numa mobilidade, onde tiveram formação e um contacto mais direto com os profissionais da área. Consideraram bastante produtivo para uma aprendizagem à base de projetos e uma mais valia a incluir nos seus projetos de carreira.

Uma Palestra sobre Inclusão no Desporto dinamizada na ETPM

Desporto para Todos, ou se preferirem, “SPORT 4 ALL” foi uma palestra sobre o Desporto Adaptado e sobre a Inclusão, promovida, na Escola Técnica Profissional da Moita, pela Associação Nuno Mata e dinamizada pelo próprio Nuno de Carvalho, Técnico de Contabilidade formado pela nossa escola.

Os jovens dos Departamentos Éticos das turmas ETPM assistiram à partilha de uma história de vida, de uma superação incrível de obstáculos e de uma forte motivação para tal. A palestra tem, igualmente, como objetivo a promoção e alerta para a inclusão no Desporto e na vida, e faz parte integrante de uma série de iniciativas dinamizadas no âmbito de um projeto levado a cabo pela associação em parceria com o Instituto Português do Desporto e Juventude, mais precisamente no Programa Nacional Desporto para Todos.

No âmbito do Projeto Piloto Educação Inclusiva, a Escola Técnica Profissional da Moita apoia a iniciativa de Nuno de Carvalho – Mata e da Associação Nuno Mata, no sentido da promoção e sensibilização para Inclusão, nas escolas, no desporto e no dia-a-dia. Os jovens demonstraram um forte interesse e vontade na mudança de mentalidades e na promoção de ações que permitam uma abertura maior, no que diz respeito a esta temática: “Esta palestra abriu-nos os olhos para uma maior empatia relacionada com estes assuntos, pois colocarmo-nos no lugar do outro poderá ser difícil em situações regulares e, com mobilidade reduzida, torna-se ainda mais difícil, exigindo um forte sentido de querer fazer algo…” – palavras de uma jovem ETPM. A iniciativa contou ainda com o apoio dos alunos de 10.º ano do curso Técnico de Organização de Eventos.

No site da associação, pode ler-se “(…) Ao pegar o quinto touro da noite fiquei tetraplégico. O que poderia ter sido o fim foi apenas o inícioe desde então já saltei de paraquedas, fiz surf, faço desporto adaptado, criei uma marca de roupa e agora a minha própria Associação, mais recentemente formei-me como Coach Profissional.” (in http://www.associacaonunomata.com/)

Obrigada, Nuno de Carvalho-Mata! A marcar pontos para a Inclusão.

Jovens de 10.º ano de Eventos visitam Endemol

Sob os temas de Planeamento e Gestão, os jovens de 10.º ano do curso Técnico de Organização de Eventos realizam visita técnica, a convite da Endemol Portugal, aos estúdios da RTP.

A visita serviu para um melhor enquadramento da importância do planeamento e gestão de eventos, sobre os vários tipos de eventos e desenvolvimento de projetos. Os jovens aproveitaram e participaram nas gravações do programa de entretenimento The Voice Portugal.

Os alunos de primeiro ano tiveram ainda a oportunidade de visualizar o funcionamento dos backstages de programas televisivos, incluindo os equipamentos utilizados e o seu manuseamento: câmaras, régie, luzes …

Pic_Nic ETPM. Tu fazes parte!

Hoje, alunos e professores ETPM juntaram-se para um mega pic_nic, no Parque Municipal da Moita. Uma manhã de diversão, com várias atividades animadas, promotoras de integração dos novos alunos e de toda a equipa.

Somos todos ETPM!

E ainda… numa tentativa de diminuição da pegada ecológica, as alunas de Comunicação trouxeram os seus copos reutilizáveis, evitando lixo e desperdício.