Storify Yourself! Outside the Shell – BULGÁRIA

Com o objetivo principal de aumentar o conhecimento e a qualidade do trabalho desenvolvido com os jovens, motivando a sua participação ativa, a ETPM empenha-se na capacitação da sua equipa para aprimorar as suas competências sociais, emocionais e profissionais, numa lógica de aprendizagem intrínseca e reflexão pessoal. Esta aposta segue além fronteiras.

Esta formação, cuja participação coube ao Chef João Franco, trata, em termos gerais, da redescoberta daquilo que é essencial para a compreensão de nós mesmos, havendo uma estreita ligação com os outros.

Um programa promovido pela Associação VIA CIVIC que envolve este processo de reflexão pessoal e de redescoberta, essencial para uma compreensão interna que, segundo a associação, permite uma ligação com o sucesso dos outros. A formação, que levou o colega João Franco à Bulgária, é uma experiência e um encontro com as nossas próprias barreiras e crenças, pretende-se atingir uma superação ao atingir o nosso interior e descobrir o nosso “dom”. A reflexão em grupo também permite superar os nossos medos.

No fundo, trata-se de conseguirmos lidar com as situações de stress e com o desconhecido. A associação utiliza ainda o storytelling como ferramenta essencial no processo de autodescoberta e ligação com os outros como um elemento de comunicação eficaz. “Porque boas histórias têm o poder de mudar o mundo!” – lê-se no site.

ETPM recebe Estatuto INOVADORA COTEC 2022

A Escola Técnica Profissional da Moita | Orsifor – Centro de Formação Profissional da Moita, SA, foi distinguida pela COTEC como uma empresa inovadora entre 649 no nosso País e recebeu o Estatuto INOVADORA COTEC 2022. 

Esta distinção tem uma relação direta com o investimento que a Escola Técnica Profissional da Moita tem realizado em investigação e inovação, nomeadamente através do nosso PROHub – Centro de Investigação & Inovação para o Ensino Profissional. 

Os princípios fundadores do ProHub passam por contribuir para a criação de um novo desenho do Ensino Profissional, por inovar com vista ao cumprimento dos pressupostos do Referencial de Inovação Pedagógico – Constelação 2030, de promoção de uma  comunidade aprendente global. Outro dos objetivos deste centro de investigação é   promover parcerias com os mais relevantes stakeholders do setor, onde se  inclui o Ensino Superior e o tecido empresarial e aprofundar a inovação através de processos de investigação-ação. 

O Estatuto INOVADORA COTEC favorece a notoriedade e valoriza, no mercado, as marcas distinguidas, promove o reconhecimento público de empresas que apostam na inovação. E a Escola Técnica Profissional da Moita orgulha-se de uma distinção que agrega o contributo da sua equipa e a vontade para continuar a fazer mais e melhor, juntando jovens, famílias, profissionais e parceiros.

“O excepcional desempenho revelado pela vossa empresa, pela gestão e pelas suas equipas, é para nós motivo de admiração e respeito.” – pode ler-se na distinção feita pela COTEC Portugal.

A COTEC Portugal, Associação para a Inovação, procura activamente exemplos que demonstram ser possível aliar a adequada solidez financeira, investimento tecnológico e a convicção de que a Inovação é essencial para aumentar o potencial competitivo e os resultados económicos.

Experimentação Prática de Aluno para Aluno

Integrada no ProHUB – Centro de Investigação & Inovação para o Ensino Profissional da Escola Técnica Profissional da Moita, a investigação de  Estrella Muñoz continua a dar frutos. Ao trabalhar com os nossos jovens e a investigar mais sobre a nossa forma de fazer aprender, foi lançado um projeto piloto chamado Troca de Cursos, focado na experimentação prática dos alunos de diferentes cursos desta escola.

Criado pelo Grupo 16 Estrelas (grupo de alunos composto de alunos finalistas das várias áreas de formação), tratou-se de um projeto desenvolvido durante o primeiro período escolar, composto por sessões de experimentação dos cursos profissionais de Técnico Auxiliar de Saúde, Técnico de Produção Agropecuária, Técnico de Ação Educativa, Técnico de Soldadura, Técnico de Restaurante-Bar e Técnico de Cozinha-Pastelaria.

O  objetivo foi criar um protótipo de ação organizada e implementada pelos 16 alunos, para assim ser uma base de atividades de divulgação de oferta formativa que seja aplicado posteriormente com os alunos da ETPM ou com alunos externos.

Esta é uma prática e exercício educativo e aprendizagem do aluno para o aluno, onde os jovens mostram e ensinam o que fazem nos seus respectivos cursos. Por outro lado, colocam em prática uma ação semelhante ao que é o “Ser Professor por um dia”.

O Aluno Autónomo

Estrella Luna Muñoz (México, 31 anos),investigadora, formadora e coordenadora de projetos de média, artes, educação, diálogo intercultural e integração social comunitária. No âmbito do ProHUB – Centro de Investigação & Inovação para o Ensino Profissional da Escola Técnica Profissional da Moita, Estrella investiga, hoje, as nossas aprendizagens e o modo como fazemos aprender aqui, na ETPM. O seu projeto “O aluno autónomo no planeamento e avaliação das suas aprendizagens no ensino profissional e as práticas pedagógicas usadas no ensino profissional” teve início em março e seguirá até novembro deste ano e já promoveu várias sessões e conversas com alunos, professores, tutores de turma e diretores de curso. A Investigadora tem projetos desenvolvidos no México, Portugal, Cabo Verde, Espanha, Honduras e Nicarágua e a sua principal pretensão é inspirar, capacitar e apoiar os jovens a liderar o caminho em direção a uma sociedade mais inclusiva, justa, resiliente e regenerativa. Com Licenciatura em Artes Visuais e Diploma de Inovação Educacional (UNAM) no México, Mestrado em Produção Artística (UPV) em Valência Espanha, e doutoramento em Educação com as TIC na Universidade de Lisboa em Portugal a tese desenvolvida esteve focada na literacia mediática e informacional para o empoderamento e integração social dos jovens.Tem trabalhado como professora em diversas instituições de ensino online e presencial como a Arab Academy, no Egito e tem sido convidada a participar como oradora em várias conferências e congressos, incluindo algumas organizadas pela UNESCO.

A investigação surge a partir da necessidade de orientar e construir, junto com o aluno, o desenvolvimento de planeamento e autoavaliação para um trabalho autónomo.  Para isso,Estrella analisa a utilização da metodologia, das práticas pedagógicas e dos instrumentos de (auto) regulação das aprendizagens utilizadas na ETPM, investiga a forma de articulação entre o Referencial de Inovação Pedagógica, o perfil do aluno ETPM e as tutorias de turma e a aprendizagem autónoma. 

A Escola Técnica Profissional da Moita apoia e colabora com esta investigação cujos resultados vão servir para melhorar e/ou atualizar o nosso modelo, a forma como fazermos aprender, garantindo sempre o bem estar do aluno e da equipa. 

Obrigada, Estrella Luna Muñoz!

Formação ETPM|ProHub

Aposte na carreira e na formação. O ProHub está a promover a Formação de Técnicos para o Group R&C, na área de Rotomoldagem / Polímeros. Envie um email para gip@colegiocortereal.pt e candidate-se a esta formação.

Nos próximos dias 2 e 4 de dezembro, entre as 10h00 e as 15h30, vão realizar-se as entrevistas para a formação que, no máximo, integra um grupo de 20 pessoas. Não deixe passar esta oportunidade.

Algumas das atividades desenvolvidas nesta formação são: manuseamento de diversas ferramentas – corte, aparafusadoras, etc; pesagem de matérias primas; operador de máquina de rotomoldagem, entre outras.

Para mais informações, clique AQUI

ProHUB – Investigar e Inovar no Ensino Profissional

Um centro de investigação desenvolvido pela Escola Técnica Profissional da Moita para inovar o ensino profissional.

Nesta escola, o processo de ensino e aprendizagem desenvolve-se em vários momentos e oportunidades na vida de cada jovem, com base na definição de projetos e desafios. Aqui, a inovação e a investigação vivem lado a lado, todos os dias, através do centro vivo, exclusivamente dedicado ao Ensino Profissional.

A equipa pedagógica multidisciplinar da ETPM, as diversas entidades parceiras dos mais variados setores profissionais e do ensino superior e o próprio modelo pedagógico desta escola, naturalmente, criaram as condições para uma plataforma de investigação-ação específica para o ensino profissional.

Situado no nosso campus escolar – ProHUB – é uma contribuição para a criação de um novo desenho do ensino profissional.

Este centro de Investigação e Inovação pretende criar uma rede de colaboração multidisciplinar entre professores, formadores, investigadores e empresas, de forma a codificar processos de transformação e melhoria do ensino profissional em Portugal, estabelecendo inclusivamente pontes de cooperação internacionais. 

Como desenvolver o ensino profissional articulando de forma efetiva e intencional as competências socioemocionais e técnicas/tecnológicas, fundamentais não apenas para o exercício de uma profissão, mas para uma cidadania ativa e global? Como estabelecer processos de construção de projetos de carreira para cada jovem que frequenta o ensino profissional? Como desenvolver o ensino profissional para todo e qualquer jovem, não olhando apenas para as suas limitações, mas sobretudo para as suas potencialidades? Como?

Estas são algumas das problemáticas ou desafios que já estão a ser explorados no âmbito do ProHUB e que poderão dar contributos decisivos para a melhoria do ensino profissional no nosso País.

De forma concreta, neste momento, o ProHUB coordena um projeto piloto nacional, no âmbito da Educação Inclusiva nas modalidades de dupla certificação, a desenvolver formação para várias Escolas Profissionais em Portugal através da Associação Nacional de Escolas Profissionais (ANESPO) e na iniciativa Orienta-te, que visa incentivar e apoiar, os jovens e as suas famílias no processo de tomada de decisão na transição do Ensino Básico para o Ensino Secundário.