Formação de Eventos com APORFEST

APORFEST, parceira ETPM mais precisamente do curso Técnico de Organização de Eventos, esteve com os alunos dois dias para uma formação e fez o balanço final, afirmando que os alunos ETPM foram muito importantes na logística do TALKFEST. A aproximação ao mercado de trabalho, contribuindo com ferramentas de trabalho para os jovens desenvolverem a sua capacidade de inovação e adaptação à área de eventos. Relativamente ao nosso projeto educativo e à nossa forma de fazer aprender, Ricardo Bramão, diretor da Associação afirma: “É o futuro do ensino, criar formas de adaptar a teoria à prática e adaptar constantemente soluções para os alunos em prol do seu desenvolvimento e adaptação a futuros empregos. O ritmo da sociedade hoje é enorme e esta é uma excelente forma de o acompanhar!”

A APORFEST – Associação Portuguesa de Festivais de Música é representativa da área dos festivais de música em Portugal que apoia, desenvolve e contribui para a evolução positiva da indústria. Tivemos oportunidade de conversar com o fundador, Ricardo Bramão, que nos respondeu a algumas questões:

ETPM: Porquê a aposta da Aporfest nos alunos de Organização de Eventos da ETPM?

RB: A APORFEST tem realizado algumas parcerias com alunos de escolas técnicas e profissionais ao longo do país com o objetivo de trazer “novos talentos” e maior aproximação destes com os profissionais da indústria. Da mesma forma temos estado a trabalhar com a ETPM de forma próxima uma vez que estes alunos foram muito importantes na logística do TALKFEST e na concretização de todas as suas ações nos dias de evento. 

ETPM: Duas sessões de trabalho com que objetivo?

RB: Estas duas sessões têm como objetivo a aproximação dos alunos ao mercado de trabalho, dando-lhes também ferramentas de trabalho que os definam como agentes de mudança e decisão do seu próprio futuro profissional. Este futuro dependerá muito da sua capacidade de trabalho e capacidade de inovação e adaptação a esta área.

ETPM: Que expectativa encontra no futuro desta parceria?

RN: As melhores, queremos trazer e dar a conhecer novos alunos para esta área e que muitos destes se possam tornar futuros profissionais da área e quem sabe referências. Queremos realizar mais atividades com a ETPM ao longo do ano letivo. 

ETPM: Qual é a sua opinião sobre a Autonomia e Flexibilidade Curricular, no âmbito da participação ativa das empresas parceiras no plano de formação dos alunos, que está implícito no desenvolvimento no nosso projeto educativo?

É o futuro do ensino! Criar formas de adaptar teoria à prática e adaptar constantemente soluções para os alunos em prol do seu desenvolvimento e adaptação a futuros empregos. O ritmo da sociedade hoje é enorme e esta é uma excelente forma de o acompanhar.

Obrigado, Ricardo Bramão e APORFEST, por fazerem parte do nosso projeto.

Pestana, El Corte Inglés e Grupo Avillez atentos à formação dos alunos ETPM

Três dias para as três turmas de Cozinha-Pastelaria e de Restaurante-Bar apresentarem o que aprenderam neste primeiro ano de formação e as Reflexões do Perfil Profissional de cada curso, com parceiros consagrados no mercado como Pestana Hotel Group, El Corte Inglés e Grupo José Avillez.

No dia 10 de julho, a turma do projeto piloto Qualificar para Crescer recebeu os seus mentores e também o Presidente Executivo do Grupo Pestana, José Theotónio, que aconselhou os jovens a continuarem a apostar na formação prática e na capacidade de resistência numa profissão tão exigente como esta.

Já no dia 12 de julho, a segunda turma de Cozinha-Pastelaria e Restaurante-Bar receberam a Chef Pasteleira do Grupo José Avillez, Rute Cristovão, que, além de destacar positivamente as apresentações dos alunos, sugeriu uma forte aposta na capacidade de iniciativa e motivação. “Numa cozinha, há sempre alguma coisa para fazer”, afirma a Chef, alertando os jovens promissores que “Hotelaria é duro!”

A turma integrada no projeto El Corte Inglés também recebeu responsáveis do Grupo. Paula Lobinho, representante dos Recursos Humanos, João Pedro, Chef de Cozinha e Pastelaria, e Ricardo Azevedo, chefe de Restaurante-Bar. Os representantes do Grupo El Corte Inglés e mentores dos nossos jovens transmitiram um parecer bastante positivo no que diz respeito a estas aprendizagens com caráter inovador, destacando a evolução dos alunos ao longo deste ano letivo.

Todos os alunos demonstraram as suas aprendizagens ao longo do ano letivo e, nestas apresentações, houve ainda lugar para premiar o profissionalismo e dedicação dos jovens, no primeiro ano de formação.  Todos os jovens definiram uma palavra e uma ilustração, integradas nas premissas: “Quando chegámos … O que fizemos … Quem somos hoje!” e mostraram a uma pequena plateia , constituída pelas entidades parceiras, equipa pedagógica e Encarregados de Educação, o que significou para cada um deles o primeiro ano de formação. Um forte leque de sentimentos mas também de demonstração de desenvolvimento de competências. 

Exposição “LIFE STYLE”

“Não faças pelos outros, faz por ti!” na exposição fotográfica “LIFE STYLE”, dinamizada pelos alunos de Comunicação Rui Moreira e Artur Bachyynsky. Um projeto desenvolvido pelos dois alunos, no âmbito da área técnica, e que decorreu entre os dias 8 e 12 de julho, no Bar One da ETPM.

Tudo começou com um desafio… Lançado o mote, os dois alunos de Comunicação apresentaram a proposta de projeto – uma exposição fotográfica sobre o exercício físico e hábitos de vida saudáveis. Além de validarem objetivos de vários módulos da área técnica, os jovens ainda desenvolveram algumas das competências transversais, integradas no Perfil do Aluno ETPM.

A “LIFE STYLE”, é uma exposição que consiste na promoção da atividade física e no combate ao sedentarismo, permitindo evidenciar a reutilização de materiais para a apresentação do trabalho, direcionado a toda a comunidade educativa.

Recri-AÇÃO pelas alunas de Apoio à Infância

As jovens curso Técnico de Apoio à Infância desenvolveram um projeto junto das crianças do Colégio Corte Real, no âmbito da dramatização das histórias, fomentando as práticas de partilha e de cidadania ativa.

As jovens do 10.º ano dramatizaram histórias infantis para os meninos do Colégio Corte Real, um projeto desenvolvido na disciplina de Técnicas Pedagógicas e Intervenção Educativa e que teve como base passar os conceitos de certo e errado.

As alunas do curso Técnico de Apoio à Infância recontaram a Alice mas, desta vez, no país das Lições, e o Capuchinho que, em vez de vermelho, era preto e tudo começa com um teatro de fantoches em que o lobo não come ninguém. Até ao “palco” foram levadas histórias inventadas como o “Arco Íris” que conta a vida de um menino que não polui, que não luta e que, no fim, é recompensado … e a “Ariana, a Aprendiz” cuja a essência se resume à partilha com a irmã.

Estes momentos tiveram como espectadores os meninos do pré escolar e 1.º ciclo do Colégio Corte Real.

Produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais

Com o terceiro momento de avaliação, na Feira Nacional de Agricultura, em Santarém, a formação em Produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais, pela TV Sem Limites Produções, chegou ao fim. E os nossos alunos de Comunicação voltam com a bagagem carregada de aprendizagens e experiências ricas.

No âmbito dos módulos de produção Audiovisual e Tecnologias Audiovisuais, os alunos do curso Técnico de Comunicação – Marketing, Relações Públicas e Publicidade realizaram um formação prática, dinamizada pela empresa TV Sem Limites Produções, que integrou vários momentos práticos de avaliação. Nestes momentos, os jovens colocaram à prova os conteúdos transmitidos anteriormente, tendo em conta os objetivos definidos em cada módulo da disciplina técnica de Comunicação Gráfica e Audiovisual.

O primeiro momento de avaliação foi realizado em plena Futurália, na FIL, em Lisboa. Os alunos tiveram um primeiro contacto com os equipamentos, passando por realização de entrevistas, controlo de cores, luzes e enquadramentos. O segundo momento, foi ajustado à Oferta Formativa da ETPM, no que diz respeito à produção de um vídeo corporativo; aqui, já com um contacto mais específico com os equipamentos e com exercícios inerentes à atividade, como briefing, brainstormig, construção de ideia criativa, sinopse e guião.

O terceiro e último momento, decorreu na Feira Nacional da Agricultura, em Santarém. Os alunos foram desafiados a produzir um vídeo promocional e de evento, através da interpretação de um guião previamente construído. Para tal, contaram com o apoio de empresas que, através da TV Sem Limites Produções, colaborou com os nossos jovens. Assim, agradecemos à CAC – Cooperativa de Avicultores do Centro – Ovos Matinados, da Plurivet e da organização da FNA 2019 por colaborarem na formação destes alunos.

The gallery was not found!

Cozinha – Pastelaria visita Riberalves

No dia 11 de junho, a turma 11.º C do Curso Técnico de Cozinha-Pastelaria deslocou-se no período da manhã à Fábrica da Riberalves no Rosário/ Moita.

Os alunos foram recebidos pela Engenheira e Chefe de Produção Vera Xavier, que explicou a Fundação da marca Riberalves e a origem do nome da marca, que está associada aos nomes/sobrenomes de família: Ricardo (RI), Bernardo (BER) e Alves, ou seja, Riberalves. Os jovens tiveram de se equipar com toucas, batas e proteção para o calçado adequado para a manutenção das regras básicas de higiene e segurança do trabalho imprescindíveis na linha de produção.

“Foi muito enriquecedor para nós ficarmos a conhecer o processo deste produto tão utilizado e servido pelos portugueses e tão utilizado na restauração, visto que faz parte da gastronomia tradicional nacional e pode ser confecionado de 1001 maneiras”, afirmam os alunos.

Ao realizar esta visita, a turma ficou a conhecer todo o processo de produção do bacalhau desde o momento que é pescado na Noruega, Islândia e Ártico até ser embalado para venda. Assim sendo, ficaram a conhecer o seu processo de salgamento, corte, separação por tamanho, qualidade e secagem. Os alunos tiveram também oportunidade de aprender que o bacalhau se divide em diferentes categorias consoante o seu tamanho (corrente, graúdo e especial), a sua qualidade (normal, asa branca) e o seu modo de confeção (desfiado, para caldeirada, lombos, caras, postas). Ficaram a saber que é feita uma seleção ao bacalhau de acordo com as suas características e qualidade e que, além do bacalhau, é produzido e vendido o paloco que, apresenta outras características, sendo um produto de menor qualidade e é mais económico para o consumidor.

A visita de estudo decorreu no âmbito da disciplina de Cozinha/Pastelaria e Higiene e Segurança Alimentar.

Jovens em Mobilidade na Madeira

No âmbito do projeto piloto Qualificar para Crescer – Pestana Hotel Group & ETPM, o 10.º ano do Curso Técnico de Cozinha/Pastelaria e do Curso Técnico de Restaurante/Bar seguiu em mobilidade para a Madeira, até dia 15 de junho.

Os jovens realizam a mobilidade, enquadrada nos objetivos e nas metas curriculares dos respetivos cursos, cumprindo um programa intensivo de formação teórica e prática nas unidades hoteleiras do Pestana Hotel Group.

Experiências únicas para estes jovens que, orientados por profissionais de alta, aprendem in loco técnicas específicas de cada área, além de terem oportunidade de visitar locais diferentes e outras tradições. Com a mobilidade, os jovens garantem sentir-se mais responsáveis e autónomos, traçando objetivos para o desenvolvimento da sua formação.

Festas Populares do Pinhal Novo

A ETPM esteve nas Festas Populares do Pinhal Novo e informou os visitantes sobre o que é o ensino profissional e sobre os cursos apresentados na próxima oferta formativa.

Entre os dias 6 e 11 de junho, a nossa escola fez-se representar nas Festas Populares do Pinhal Novo e os visitantes tiveram oportunidade de saber que cursos profissionais a Escola Técnica Profissional da Moita tem para oferecer, bem como esclarecimentos sobre o nosso projeto educativo, e a forma de avaliação.

Professores e formadores de várias áreas ficaram responsáveis pelo espaço ETPM, promovendo a nossa oferta formativa e informando os visitantes que a pré inscrição é facilmente concluída através do nosso website em https://escolaprofissionalmoita.com/pre-inscricao/

Lixo de Luxo para assinalar o Dia Mundial do Ambiente

No dia 07 de junho, realizou-se o Lixo de Luxo, um desfile promovido por duas alunas do Curso Técnico de Comunicação cuja construção dos fatos implicou a utilização única e exclusiva de produtos recicláveis. Assinalando o Dia Mundial do Ambiente, os fatos foram a concurso, avaliando a criatividade e maioritariamente a reutilização de materiais.

Tratou-se de um projeto das alunas Inês Silva e Hérica Oliveira que, depois de aceitarem o desafio proposto pela área técnica do curso, propuseram reativar uma iniciativa já um pouco esquecida, e lançaram-se à organização desta atividade e ao desenvolvimento do projeto, enquadrando vários objetivos de módulos técnicos – como a Escrita Criativa, Técnicas Criativas, entre outros. Acabaram por desenvolver também competências transversais como a Colaboração e Cidadania Ativa. Mas o Lixo de Luxo teve um objetivo principal, o de chamar a atenção para os problemas do meio ambiente.

O desfile teve a adesão de várias turmas que deram o seu contributo na produção de fatiotas bastante originais e criativas. Além da colaboração das turmas ETPM, a iniciativa contou ainda com o apoio da Amarsul que disponibilizou ecobags e brindes para entregar aos concorrentes.

E… como se tratou de um concurso, os três primeiros classificados foram os seguintes:

1.º Classificado: Cozinha – Pastelaria 11.º ano C/D

2.º Classificado: Soldadura 10.º ano

3.º Classificados: Apoio à Infância 10.º ano + Auxiliar de Saúde 10.º ano

As alunas acrescentam:Queremos agradecer a todos os participantes, professores e à Amarsul. Estiveram muito bem e estão todos de parabéns! Não se esqueçam que os nossos atos são as nossas próprias consequências. Vamos todos mudar e fazer a diferença!

Parabéns às jovens pela iniciativa!

Feira do Livro, em Lisboa

No dia 6 de junho, no âmbito das disciplinas de Tutoria de Turma, Português e Inglês as turmas do 10.º A, do Curso Técnico de Saúde e o 11.ºC/D do curso Técnico de Cozinha/Pastelaria realizou uma visita de estudo à Feira do Livro com o objetivo de fomentar o gosto pela leitura e conhecer editoras, autores emergentes, autores clássicos, best sellers e novidades.

Na Feira do Livro pudemos perceber que as editoras com maior representatividade ao nível do número de autores, obras publicadas e diversidade de temas são a Porto Editora e Leya.

Gostámos de conhecer os alfarrabistas, ou seja, livreiros que vendem livros usados, mas em bom estado, sendo que a maioria deles tem disponível para venda obras raras, como as primeiras edições de alguns autores (alguns dos quais abordados nas aulas de Português), que datam dos anos 30, 40, ou 50, por exemplo.

Como o clima estava ameno tivemos oportunidade de usufruir do espaço envolvente, o Parque Eduardo VII, e da vista sobre o Marquês de Pombal e o Tejo.

Houve tempo para compras e partilha de experiências literárias. Esta visita serviu de mote para o clube de leitura que vamos iniciar na disciplina de Português.